A Banda

release e integrantes

A banda STAR BEETLES (ou Star Beatles), de Buenos Aires (Argentina), cover dos BEATLES, foi formada em setembro de 2009 e já realizou mais de 900 shows no Brasil, passando por cidades de diversos estados, de Norte a Sul.

A banda possui diversos figurinos, que vão desde o início da carreira dos Beatles, passando pela época da Beatlemania, a fase psicodélica, o final da banda e até à carreira solo de cada um. Os figurinos, feitos com o mesmo padrão dos que foram utilizados pelos garotos de Liverpool, são acompanhados por instrumentos réplicas e originais da época, conforme cada fase. Tudo amplificado pelos Lendários Cubos VOX.

Detalhes que fazem com que as músicas tenham uma sonoridade bastante parecida com a de quando foram feitas pelos Beatles. Claro que sem o talento e o carisma dos integrantes da banda, esses detalhes ficariam totalmente obsoletos, pois o objetivo da banda STAR BEETLES é representar aquela energia, bom humor e alegria que os Beatles tinham e transmitiam no palco.

Muitas pessoas, sendo imprensa, donos de pubs, e até mesmo público em geral, nos intitulam, MELHOR BANDA COVER DOS BEATLES. Um rótulo que não usamos, não queremos e não necessitamos, pois simplesmente somos uma banda que se contenta em levar alegria e um pouco até mesmo de nostalgia ao público por onde passamos.

A banda STAR BEETLES tem dividido o palco com muitos artistas de diferentes estilos musicais, por exemplo: Armandinho, Detonautas, Cachorro Grande, Lobão, Cláudia Leite, Nazareth, Gurí de Uruguaiana, entre outros...
No ano 2012, STAR BEETLES foi convidada para fazer o show de abertura da Primeira Semana Beatle do Brasil, feita em Belo Horizonte, como a única banda internacional do evento. Lizzie Bravo (Reconhecida por ter gravado a música “Across the universe” com os Beatles em 1968) estava presente no show e elogiou muito o trabalho da banda. A banda STAR BEETLES também fez muitas aparições na mídia, entre as mais importantes podemos destacar: “O programa do Ratinho”, “Agora é tarde” com o Danilo Gentili e “Globo Esporte”.

Temos o show mais animado e interativo do mercado. Com vários formatos, que podem ser desde um pocket show de 30 minutos, até quase 3 horas de palco, o repertório contém mais de 50 músicas, tendo também algumas surpresas, como músicas em português e músicas de outros artistas que os próprios Beatles tocavam.

Enfim, STAR BEETLES é sucesso por onde passa, graças ao seu empenho e ao calor do seu público. No que depender da banda, as pessoas continuarão sentindo a mesma Beatlemania nos palcos, mesmo em 2016.

Integrantes

Javier Godoy

John Lennon


Nascido em Buenos Aires, na infância foi um ator da televisão argentina, participando de várias novelas e peças de teatro. Estudou teatro e comédia musical com conhecidos artistas profissionais da América Latina. Entre os maiores destaques: Hugo Midón (famoso ator, maestro, autor e diretor que revolucionou a comédia musical argentina e o teatro infantil) e Lito Cruz (ator de cinema, teatro, televisão e diretor de teatro, ganhador do prêmio Martín Fierro). Fanático pelos Beatles desde os quatro anos, na adolescência começou a aprender a tocar instrumentos e participou de diversas bandas, contando com músicas próprias e covers. Iniciou na ‘cena Beatle’ no ano de 2007, com a banda formada com alguns amigos e denominada “Los Paranoias Beatleband”. Foi neste mesmo ano que conheceu Allan Williams (primeiro produtor dos Beatles). Foi esta importante figura quem disse com muita alegria: “You move and sound like John”. No ano de 2011, Javier chega à fase final da Semana Beatle da América Latina e é considerado pelo público, fãs dos Beatles, e pelo júri, como um dos melhores intérpretes de John Lennon por sua presença de palco. Logo após sua apresentação na Semana Beatle, é convidado para fazer parte da banda Star Beetles, sendo integrante deste 2012, até a atualidade. Artista completo, ator e desenhista, uma pessoa que ama o que faz e consegue incorporar John Lennon, muito além da questão musical.

Adrián Gabriel Godoy (Landy)

Ringo Starr


Quando ouvia discos, o primeiro instrumento no qual prestava atenção, era a bateria. Quando estudou na escola industrial, fazendo aula de desenho técnico, batia inconscientemente na mesa com réguas, simulando o mesmo instrumento. Mas foi na casa de um amigo onde finalmente teve contato com seu sonho e a partir deste dia, teve início seu vínculo com as baquetas. Adrián teve muitas bandas na adolescência, mas a primeira banda de sua carreira profissional foi “Los Grillos” (1990). Com eles, gravou na Universal Records o álbum “A Todo Volumen” (2004) e na Other History Records, “Tributo a los Gatos Mansos y Salvajes” (2005). Entre 2005 e 2007, fez parte da “Los de Fuego”, banda formada em 1960 que é considerada uma das bandas precursoras do rock nacional argentino (rock cantado em castelhano). O líder desta banda era nada menos que o vocalista Sandro, conhecido como o “Elvis da Argentina”. Também participou da gravação do álbum “Una Celebracion del Rock Argentino” (2008), produzido por Litto Nebbia, astro do rock em espanhol. Nesta coletânea de 30 anos de rock, gravou com as bandas “Los Barreiro” e “Los Klarks”. Ele também gravou o álbum “Ritmos Decepcionantes com Los Barreiro” (2009), da Scatter Records. Foi em 2009 que Star Beetles entrou em contato com ele e, desde então, tornou-se o músico mais fiel e único integrante da formação inicial da banda.

Andrés Ignacio Pugliese

Paul McCartney


Desde pequeno, Andrés se interessava pelas letras das músicas e seu conteúdo. Por isso, estudou inglês desde os 8 anos de idade e se formou tradutor aos 21. A música entrou em sua vida por influência do pai, que passava os fins de semana ouvindo clássicos como Eric Clapton, Creedence, The Police e Beatles. Foi seu pai quem comprou seu primeiro violão. Andrés tinha 13 anos e desde este dia até hoje, este instrumento é seu mais fiel companheiro. Estudioso, buscou nomes como Ernesto Salgueiro (guitarrista da banda de Nito Mestre), Carlos de Hoz e Guillermo Arrom (que foi guitarrista de Luis Alberto Spinetta, um dos mais importantes e respeitados músicos da América Latina) para aperfeiçoar sua técnica do violão para a guitarra. Desde adolescente, Andrés tocou em bandas de músicas próprias, música instrumental e covers de rock clássico, como “Johnny & The Poor Boys” (Creedence cover) e “Rolling Star” (Stones cover). Nesta última, interpretava Keith Richards. Formou “Real Love” banda onde fazia covers de John Lennon e dos Beatles em Buenos Aires. Até que Star Beetles entrou em contato, precisando de um guitarrista e vocalista para incorporar a presença de George Harrison no palco em maio de 2015. Em julho de 2016, ele assumiu o rol de Paul McCartney na banda e desde esse dia até hoje ele é baixista e vocalista no grupo. Andrés também toca outros instrumentos como ukelele, mandolina, e bateria. Dá aulas de inglês e guitarra, faz gravações e edições de som e escreve suas próprias músicas.

Jonathan Leonardo D’Agostino Frangiulli

George Harrison


O primeiro contato com a guitarra foi aos 14 de anos de idade, na aula de música da escola. Um ano depois, ele se inscreveu no “Conservatório José Hernández” de San Isidro (Buenos Aires) e estudou música formalmente durante um ano e meio. Foi nesse lugar que ele aprendeu teoria musical e leitura de partituras. Jonathan participou em vários projetos de amigos e um dos mais significativos foi “Pulsar”, uma banda de música autoral. A maior e mais recente atividade musical dele foi a de frequentar jam sessions, que são encontros informais que os músicos fazem para tocar de forma improvisada, sem preparação nem planejamento. Começou no “Emergente Bar” em 2014, onde ele subia no palco para improvisar blues com outros músicos. Um outro lugar que ele frequentou ativamente durante 2015 foi o Liverpool Bar de Palermo, onde tinha lugar a “Beatle Jam”, um evento aberto onde os músicos tocavam só músicas escritas pelos Beatles. Em julho de 2016, Jonathan aceitou integrar Star Beetles como George Harrison.